O Especialista em Cirurgia da Mão

 

 

Durante a Segunda Guerra mundial, as lesões complexas causadas por arma de fogo  eram tratadas por vários especialistas, como cirurgiões, ortopedistas, neurocirurgiões e cirurgiões plásticos e, geralmente, o resultado não era satisfatório devido  a  período prolongado de tratamento, divergências de técnicas etc. Eram comuns complicações graves como infecção , perda de função e rigidez da mão . Assim, surgiu a necessidade  de um só médico ter todos os conhecimentos para tratar os ferimentos complexos do membro superior. Nasceu, então, o Especialista de Cirurgia da Mão.

A maioria das pessoas , inclusive médicos, desconhece a existência da especialidade Cirurgia da Mão. No Brasil, essa especialidade médica foi reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina em 1982. Para um médico habilitar-se como Cirurgião da Mão é necessário completar a graduação médica, ter residência em alguma área cirúrgica (ortopedia ou cirurgia plástica) e, depois de tudo isso, realizar a residência em cirurgia da mão durante dois anos. Alem disso, ao término da residência, o medico passa por  uma rigorosa prova realizada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão para a obtenção do título de especialista.

O Cirurgião de Mão atua no tratamento de lesões traumáticas da mão ( que afetam ossos, tendões, músculos, ligamentos, nervos, artérias ), assim como nas lesões não traumáticas ( tumores da mão, deformidades congênitas e adquiridas, artrites, tenossinovites, compressões nervosas como a síndrome do túnel do carpo, entre outras). Há também a formação em microcirurgia, que  habilita o especialista para a realização de retalhos microcirurgicos para o tratamento de falhas de coberturas de feridas, reimplantes e tratamento de lesão de nervos periféricos ( não só dos membros superiores,  como também dos inferiores e do plexo braquial). Isto devido a complexidade da anatomia e fisiologia da mão.

Há muitas doenças da mão , frequentes, síndrome do túnel do carpo, dedo em gatilho, tenossinovite de DeQuervain, Doença de Dupuytren, tendinites, rizartrose, Doença de Kienböck, entre outras que têm o seu diagnóstico tardio ou conduta terapêutica menos adequada  por falta da avaliação do  especialista em cirurgia da Mão

No Brasil, ainda há poucos especialistas de mãos . Todo serviço de referência em urgência de ortopedia e traumatologia, deveria ter um cirurgião de mão para melhor tratamento das lesões da mão. As fraturas mais frequentes nos prontos socorros são as fraturas das mãos ( dedos e metacarpos, terço distal do rádio,….).

Maiores informações sobre doenças comuns da mão  são encontradas no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão. No mesmo site também é possivel pesquisar  quais são os medicos especialistas membros desta sociedade na sua cidade e região.

Site: www.cirurgiadamao.org.br

 

Dr. Fábio Henrique Mendonça

CRM-SP 91596

Médico Ortopedista e Traumatologista Cirurgião da Mão

Membro Titular da Sociedade Brasileira da Cirurgia da Mão

Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia

Membro Titular da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico

Graduação e Residência Médica na USP-Ribeirão Preto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *